SEU PACIENTE ESTÁ ONLINE

SEU PACIENTE ESTÁ ONLINE

As redes sociais cresceram a uma taxa exponencial nos últimos dez anos. Segundo um relatório da Statista, o Brasil está em 4º lugar no ranking do número de usuários de redes sociais de quinze países selecionados, calculando por volta de 95,2 milhões de pessoas ativas, distribuídas pelas diferentes redes.

Para a população brasileira, a estimativa de que haja um crescimento desses dados é grande: a pesquisa do Statista avaliou que até o final de 2023 cerca de 114,5 milhões de brasileiros estarão conectados  – o que representa um aumento de mais de 20% até o encerramento do período de três anos. 

O marketing de mídia social não apenas tem um grande alcance para divulgar seu nome, mas também é uma estratégia que você pode começar a implementar hoje. Embora possa ser difícil descobrir por onde começar, a InterPsico está aqui para ajudar. Na comunidade onpsi , ajudamos psicólogos e terapeutas a alavancar o marketing de mídia social para construir sua prática e conquistar novos pacientes.

As redes sociais fornecem uma maneira de aproveitar o que é único em sua prática psicológica – relacionamentos fortes com pacientes, cultura da equipe e compartilhamento de conteúdo informativo. As redes sociais não são apenas uma maneira mais fácil e barata de comercializar sua prática, mas também ajudam a atrair novos pacientes e transformar os pacientes existentes em defensores da marca. 

A chave é criar e compartilhar conteúdo informativo em suas páginas de mídia social. Não é obrigatório que tudo que você compartilha seja educacional ou uma oferta especial, mas deve agregar valor à vida de seus pacientes e incentivá-los a fazer parte de sua prática.

As conversões nas redes sociais revelam como os pacientes modernos estão tomando suas decisões com base nas experiências e opiniões de outros pacientes. Em vez de ligar para o consultório, a maioria dos pacientes direciona suas dúvidas e preocupações através das redes sociais. 

Segundo pesquisa do Google, mais de 50% da atividade da Internet é impulsionada pelas redes sociais. A mídia social é uma das principais atividades da Internet, e os brasileiros passam mais tempo nas redes sociais do que qualquer outra atividade da Internet, incluindo e-mails.

Independentemente do tamanho da sua atuação em psicologia, você estará perdendo oportunidades vitais de crescimento se sua prática não estiver aproveitando o poder do marketing de mídia social. 

Segundo especialistas, o impacto das mídias sociais nas decisões relacionadas à saúde é surpreendente. Simplificando, as redes sociais transformaram a maneira como os pacientes escolhem inclusive seus médicos.

Marketing de mídia social para psicólogos: sua imagem de marca depende do que você compartilha

Toda vez que você compartilha informações nas redes sociais ou responde a um comentário, está envolvido com seus pacientes existentes e potenciais. Se feito corretamente, o marketing de mídia social pode ajudá-lo a atrair novos pacientes para sua prática em psicologia.

Quando você publica conteúdo no site, e quando você compartilha esse conteúdo nas redes sociais, a imagem da sua marca se torna o que você publica. Sua atividade nos perfis sociais moldará as percepções de sua prática.

É importante criar e compartilhar conteúdo que o notará e o ajudará a desenvolver sua prática. Pense no que você deseja que sua prática seja conhecida e publique sobre esses tópicos relevantes. Compartilhe suas experiências e pensamentos. Crie conteúdo que resuma publicações de pesquisa sobre os vários métodos de terapia. Você também pode descrever suas histórias de sucesso, mas lembre-se dos regulamentos do C.E.P.P. 

A publicação regular de atualizações nas redes sociais cria o reconhecimento de sua prática, seu conjunto de habilidades e sua equipe experiente. O marketing de mídia social tem o potencial de atrair mais pacientes para seu consultório, aumentar seus resultados e melhorar sua reputação online.

Nesta era sempre conectada, se você precisa de uma reputação para seus serviços em psicologia, também precisa de uma marca. Por quê? Porque, como outras empresas, os terapeutas estão prestando um serviço. Quando um novo paciente ouve o seu nome, o que você espera que ele ou ela diga sobre sua atuação? 

A marca não apenas diferencia sua prática terapêutica dos concorrentes locais, mas também incutirá confiança em seus pacientes atuais e potenciais. A marca ativa é necessária para garantir que sua prática seja percebida bem pelos seus pacientes. A mídia social pode ajudá-lo a construir uma marca credível. Seu nome precisa ser respeitado e valorizado. Lute por isso!

Se sua clínica não possui uma presença robusta nas mídias sociais no mundo digital de hoje, ela também pode não existir para muitos possíveis pacientes. Você não gostaria que o local do seu consultório fosse difícil de encontrar ou estivesse longe dos locais frequentados por pacientes em potencial. 

Da mesma forma, você não deve comprometer a presença da mídia social da sua clínica ou separar-se dos sites online frequentados por pacientes. Você deve ter certeza de estabelecer links entre seu site e as redes de mídia social. Mais tráfego de e para seus perfis de mídia social significa novas oportunidades para o paciente. Quanto mais pessoas visualizarem sua prática online, mais rapidamente entrarão em contato com sua clínica.

Por exemplo, se você é conhecido como “o melhor terapêuta para casais” ou um “especialista em lidar com questões comportamentais na adolescência”, é mais provável que você construa uma prática sustentável em comparação com aqueles que tentam ser tudo para todos. Há uma razão pela qual os melhores terapeutas ganham mais dinheiro do que seus médicos de clínica geral. 

Os pacientes tendem a procurar especialistas para lidar com seus problemas específicos. Lembre-se disso ao implementar ideias de marketing de mídia social em seu plano de marketing de psicologia.

Idéias de Marketing de Mídia Social para Práticas de Psicologia

A chave para se comunicar com seus pacientes através das redes sociais é entender qual rede social pode ser usada para qual finalidade. Por exemplo, a página do Facebook da sua clínica pode ser usada para postar atualizações, feriados ou eventos e compartilhar links informativos. 

Por outro lado, seu perfil do LinkedIn pode ser usado para esforços de blog e marketing. Essa segregação também ajudará a manter suas contas organizadas e fáceis de atualizar.

No entanto, é recomendável verificar a qualidade e a precisão das informações que você está compartilhando com seu público. Isso garantirá que seus pacientes recebam apenas o que é útil para eles.

Existem várias maneiras pelas quais psicólogos e terapeutas estão utilizando as redes sociais para promover seus serviços e aprimorar a experiência dos pacientes. Abaixo estão algumas dicas de como usar as principais redes sociais do Brasil:

Instagram

O Instagram é a principal rede social atualmente, para o profissional de saúde mental que deseja divulgar seus serviços.  O Instagram é principalmente um canal visual e possui muitas funcionalidades que podem ser exploradas pelo usuário.  Se você se concentrar principalmente no aconselhamento, poderá usar o Instagram para postar gráficos e peças criativas que constroem um lado positivo da sua marca e serviços. Um ótimo recurso disponível é o carrossel de imagens do feed.

Você pode começar criando uma página comercial para sua prática e aprendendo a usar hashtags e tags locais. Não use filtros de imagem em excesso e instrua-se sobre maneiras de apresentar imagens bonitas. É imprescindível que você tenha uma conta profissional separada de uma conta pessoal, além disso seu feed de postagens deve ser bem apresentado e padronizado.

Idéias de marketing de prática de psicologia para Instagram

  • Imagens dos bastidores do seu consultório. O ideal aqui é usar os stories.
  • Poste material informativo, faça de seu instagram uma espécie de blog. Gere tráfego em seu perfil e consequentemente autoridade na sua abordagem clínica. Por exemplo: Se você atua no desenvolvimento infantil, crie postagens usando aplicativos ou programas de criação de imagens, com conteúdo sobre a infância, marcos do desenvolvimento, transtornos comuns, etc.
  • Realize lives.
  • Use os destaques com assuntos relevantes da sua prática.
  • Promoção de eventos.

Facebook

O Facebook é uma das plataformas de mídia social mais populares do mundo e é uma ótima opção para promover seus serviços na internet. Comece criando uma página comercial e verifique-a. Além das postagens regulares do Facebook, você pode usar anúncios específicos do Facebook para segmentar pacientes em potencial. O Facebook também é um ótimo lugar para solicitar avaliações de pacientes.

Idéias de Marketing para Práticas de Psicologia no Facebook

  • Fotos de seu consultório, equipe e eventos, especialmente para envolver seus pacientes.
  • Links para blogs e atualizações de notícias.
  • Atualizações importantes sobre sua prática.
  • Concursos e outras atividades promocionais.
  • Horário comercial, contato e endereço
  • Dicas de saúde mental.
  • Recursos úteis para os pacientes.

Youtube

Você pode aproveitar o YouTube para postar vídeos incorporados ao seu site ou pode usar seu canal estratégicamente, com um fluxo constante de conteúdo em vídeo. No entanto, você deve ser realista sobre o que pode produzir e quais pacientes atuais e potenciais estariam interessados ​​em assistir.

Ideias de marketing para práticas de psicologia no YouTube

  • Produza vídeos sobre assuntos da saúde mental.
  • Faça entrevistas e bate-papo com colegas de profissão.
  • Visita virtual ao escritório.
  • Compilação de fotos e videoclipes de suas experiências.

Linkedin

O Linkedin é uma rede social voltada para profissionais. Ou seja, o foco é trocar experiências profissionais. Existem inclusive grupos que são chamados de comunidades, que são feitas por pessoas que desejam conversar sobre a mesma área de conhecimento.

Encontrar, se candidatar e divulgar vagas de emprego é uma prática bastante comum nessa rede. Além disso, é excelente para profissionais autônomos estabelecerem networking com outros profissionais da área. No Brasil, mais de 35 milhões de pessoas acessam a rede.

Idéias de marketing para práticas de psicologia no Linkedin

  • Atualizações sobre os mais recentes estudos e métodos.
  • Blogs e artigos de notícias relacionados ao setor.
  • Postagens promocionais e atualizações periódicas.
  • Organize comunidades relevantes para suas metas de negócios.

Conclusão

Agora que você conhece basicamente o marketing de mídia social para psicólogos, siga estas dicas para criar uma marca de sucesso online. Além disso, é essencial acompanhar as últimas tendências e melhorar continuamente seu envolvimento com seus seguidores.

Além disso, acompanhe o desempenho de suas mídias sociais por meio de análises, o que o ajudará a aprimorar seu alcance e atrair mais pacientes.
Para obter mais informações sobre como desenvolver uma estratégia de mídia social para sua prática em psicologia, entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *